Jovem sai da praia com os pés ensaguentados e surta ao descobrir o que havia na praia


Você já deve ter visto a história aterrorizante deste adolescente, imagino. E provavelmente isso te deixou com um certo receio em entrar no mar, afinal tudo aconteceu lá e por causa de algo que ninguém nunca havia reparado antes.


Foi o menino de 16 anos, Sam Kanizay, que enfrentou dias difíceis no hospital após dar um mergulho na praia Dendy Street, em Brighton, no subúrbio de Melbourne, Austrália. Ele estava apenas relaxando depois de uma partida de futebol quando uma hora e meia depois começou a se sentir entorpecido. Naquele instante, o adolescente acreditava ser por conta do exercício.

Porém, assim que saiu da água viu seus pés totalmente ensanguentados. “Meu primeiro instinto foi pensar que eu havia tropeçado em alguma pedra”, disse ele ao The Age. ”Mas eu percebi que isso não poderia ter acontecido, porque o sangue estava bem distribuído em todo o meu calcanhar e pé. Eu realmente não estava pensando em ser comido.”

Assim que chegou em casa, o menino foi rapidamente lavar o pé, mas o sangue continuava a sair. Seu pai, Jarrod, não teve outra opção a não ser levá-lo ao hospital. “A sala de emergência estava repleta de pessoas que estavam trabalhando lá fascinadas. Todas estavam no Google, com hipóteses do que poderia ter acontecido. Eles tinham cerca de 10 diferentes, mas nada concreto”, contou Jarrod ao The Age.

Durante todo o fim de semana, as feridas de Sam continuavam a sangrar e ele não podia sair do hospital até que tudo fosse acertado. Enquanto isso, o pai, decidiu fazer uma investigação a fundo para entender o que havia na tal praia. Segurando um bife cru e uma rede, ele foi atrás do que estava escondido lá e que ninguém havia prestado atenção.

Basicamente, o que ele encontrou eram pulgas do mar. “Nós encontramos milhares de ácaros em nossa rede. Nós os colocamos em um recipiente e os levamos para casa. Neste meio tempo, deixamos que eles nadassem em meio a pratos brancos com carne vermelha. Durante a noite, eles haviam comido toda a carne e ficaram ocupadas a noite inteira neste processo”, contou o pai.

Segundo o cientista marinho, Dr. Genefor Walker-Smith, os tais ácaros são realmente pulgas do mar e são bem comuns na Austrália e em outras regiões do mundo. Mas o fato delas terem comido o pé do garoto é, de fato, algo raro, segundo o cientista. O alerta agora é para que as pessoas evitem regiões com peixes mortos que é onde elas gostam de ficar.

O papel dessas pulgas, na verdade, é comer todos esses animais mortos, o que ajuda a limpar as praias em todo o mundo. Por hora, todos estão sendo avisados para usar roupas apropriadas, em caso dos nadadores, para não correrem tanto risco.

O que você acha? Você teria medo de entrar no mar depois disso?