Correria e tensão: funcionário do SBT tenta se suicidar dentro da emissora


O SBT está tendo uma terça-feira (29) de grande sufoco e muita correria. Um dos profissionais da emissora está tentando se matar e as pessoas tentam convencê-lo a não fazer esse tipo de coisa.

O profissional trabalha na produção do canal e de acordo com as informações mais recentes, ele teria subido na caixa d’água para cometer o suicídio. O jornalista Thiago Rocha, da Rede TV, está acompanhando o caso e passando mais informações.


O local, onde estaria o funcionário, está isolado e muitas pessoas acompanham de perto o desfecho do caso. Colegas gritam e pedem para que o profissional não cometa essa besteira e insistem para ele sair de lá e desista de se jogar.

A caixa d’água fica próxima dos restaurantes da emissora. Ainda não foi revelado o motivo da pessoa querer se jogar e cometer suicídio. A assessoria do SBT, por enquanto, não comentou o fato e tudo está sendo acompanhado pela polícia.

Suicídio

Nos últimos meses, assuntos relacionados à suicídios e doenças mentais têm ganhado grande destaque nas redes sociais e na mídia. A polêmica do jogo “A baleia Azul” foi um dos assuntos mais comentados, onde vários jovens tentaram tirar a vida e outros acabaram morrendo ao seguir as normas de um jogo fictício.

Os bullyings também são outros motivos de suicídio, principalmente envolvendo crianças e adolescentes. E para complicar mais, o Brasil vive num momento de falta de emprego e numa crise séria, onde vários pais de família se vêem perdidos e acabam entregando as suas vidas diante de não poder conseguir alimentos para os filhos.

Nos últimos meses, assuntos relacionados à suicídios e doenças mentais têm ganhado grande destaque nas redes sociais e na mídia. A polêmica do jogo “A baleia Azul” foi um dos assuntos mais comentados, onde vários jovens tentaram tirar a vida e outros acabaram morrendo ao seguir as normas de um jogo fictício.

Os bullyings também são outros motivos de suicídio, principalmente envolvendo crianças e adolescentes. E para complicar mais, o Brasil vive num momento de falta de emprego e numa crise séria, onde vários pais de família se vêem perdidos e acabam entregando as suas vidas diante de não poder conseguir alimentos para os filhos.Um evento será realizado no dia 1 de setembro, em Florianópolis, na sede do Ministério Público de Santa Catarina e falará sobre esse assunto com diversos adolescentes e pais de família. O objetivo é prevenir que pessoas possam cometer essa atrocidade. O aumento do número de suicídios preocupa as autoridades e algo precisa ser feito imediatamente.

Pessoas vulneráveis

A médica psiquiátrica Alexandrina Maria Augusto da Silva Meleiro, que é especialista nesse assunto, comentou que esse tema é muito delicado. Os adolescentes, principalmente, se deixam sugestionar com uma maior proporção aos acontecimentos e isto pode ocasionar num suicídio.

Na palestra que a médica dará, ela dará dicas para a pessoa perceber o momento em que corre risco de estar indo por esse caminho e o que tem que ser feito para não se perder. As drogas entre os jovens é outro fator perigoso e que pode levar a pessoa a perder a vida.